Boring Casoy

por Robson Assis | | 4.1.10

Boris Casoy é a marca maior do falso moralismo na TV. Semana passada humilhou a classe de garis do Brasil, com comentários vazados em rede nacional que, de tão mesquinhos e arrogantes, soaram como música ruim para os ouvidos de milhões de internautas e telespetacdores. E o sempre descontraído Twitter fechou 2009 criando analogias do jornalista à velha surda.



"Que merda. Dois lixeiros desejando felicitações do alto de suas vassouras. Dois lixeiros... o mais baixo da escala do trabalho"

Quem defende Casoy como fez o também jornalista Fábio Pannunzio merece talvez o mesmo repúdio. Não incomoda o simples escapar de um pensamento fútil e elitista. O que impressiona é a falsidade com que ele segue trabalhando como jornalista crítico de caráter e integridade da mídia brasileira.

Com este caso, lembrei dos tempos de glória de Caco Antibes no dominical Sai de Baixo. Direitista falido, currava o resto do mundo como pobre, sem olhar a si mesmo, uma personificação da derrota.

Me abstenho de citar o clássico bordão de Boris Casoy sobre vergonha alheia.

E um salve a quem esqueceu de apertar o mute.

Um comentário:

moyses cria da rua...no planeta das tretas .. disse...

na boa um cara desse
tem que se quebrado
na marreta.....

Postar um comentário